LOCAL

São Paulo

ANO DO PROJETO

2011 | 2013

ANO OBRA

2015

ÁREA

11.940 m²

A maior unidade do Senac no estado de São Paulo nasceu com o propósito de, por um lado, ser um edifício tão adaptável às suas necessidades quanto os seus cursos se adaptam às rápidas mudanças do mercado de trabalho. Por outro, de contribuir como equipamento cultural para o bairro mais populoso da capital paulista, que sofre com a carência desse tipo de espaço e apresenta baixo desenvolvimento socioeconômico.

Para dar conta dessas demandas, o escritório criou um edifício flexível, de fácil manutenção e mobilidade graças ao trabalho realizado junto à equipe pedagógica, alinhando a arquitetura ao projeto educacional do Senac. A partir deste alinhamento de intenções, o projeto previu uma série de laboratórios específicos e de salas de aula convencionais. A integração feita por corredores e lounges, que se adaptam e assumem multifuncionalidades, estimulam o caráter pedagógico e educativo ao promover situações de encontros e trocas.

A transparência dos três blocos do complexo não apenas traz luz natural para o interior, como também é um convite a entrar para quem está fora. O apelo também é feito pelo térreo aberto do prédio principal, localizado em uma importante avenida do bairro. Da mesma forma, a biblioteca é aberta ao público geral, e uma praça de convivência conecta os três edifícios.

Para contribuir com a organização das atividades pedagógicas com uma estética lúdica, o escritório trabalhou intensamente com cores. A paleta aparece tanto no móbile gigante, pendurado no pé direito de 25 metros do edifício principal, criando brincadeira de cores e volumes, como na pintura de áreas correspondentes aos diferentes cursos. Esse agrupamento facilita o serviço dos colaboradores e o deslocamento dos alunos, contribuindo para a flexibilidade e adaptação dos espaços.

Ao oferecer uma experiência metasensorial, que mistura luzes, cores, volumes e espaços de interação, os edifícios contribuem para um aprendizado eficiente, conectado às necessidades atuais. Além disso, se abre para apropriação da comunidade local, carente de oportunidades de desenvolvimento pessoal e acesso à cultura.

15285-la-pqcang-1062
Veja mais projetos